DEMOGRAFIA, INDÍCIOS E SOFRIMENTO PSÍQUICO DE INDIVÍDUOS ANSIOSOS SEDENTÁRIOS E FISICAMENTE ATIVOS

  • Andréa Vieira Ribeiro Centro Universitário Celso Lisboa
  • Homero da Silva Nahum Junior Centro Universitário Celso Lisboa
  • Ana Cristina Lopes y Glória Barreto Centro Universitário Celso Lisboa
  • Roxana Macedo Brasil Centro Universitário Celso Lisboa

Resumo

O estudo objetivou comparar indivíduos ansiosos ativos e sedentários quanto características demográficas, sintomas e sofrimento psíquico. Para tanto, avaliadas foram 56 pessoas, 42 ativas, com idades entre 17 e 83 anos, diagnosticadas com ansiedade e residentes no município do Rio de Janeiro. A coleta de dados ocorreu por aplicação de questionário composto por 14 perguntas, cinco abertas. Estimadas foram medidas de localização e dispersão para as variáveis quantitativas, e teste de Mann-Whitney. Enquanto as qualitativas foram estudadas pela análise de frequência e teste Qui-quadrado, sempre tendo a = 0,05. Nenhuma diferença estatisticamente significativa foi constatada (valor-p > 0,05). Então, concluiu-se que a análise individual das variáveis não foi suficiente para distinguir os estilos de vida ativo e sedentário no grupo de indivíduos ansiosos estudado.


 Palavras-chave: exercício físico. distúrbio psíquico. saúde psíquica.

Publicado
2024-04-09
Como Citar
RIBEIRO, Andréa Vieira et al. DEMOGRAFIA, INDÍCIOS E SOFRIMENTO PSÍQUICO DE INDIVÍDUOS ANSIOSOS SEDENTÁRIOS E FISICAMENTE ATIVOS. Revista Presença, [S.l.], v. 10, n. 22, p. 96 - 112, apr. 2024. ISSN 2447-1534. Disponível em: <https://revistapresenca.celsolisboa.edu.br/index.php/numerohum/article/view/464>. Acesso em: 20 june 2024.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##