OBESIDADE ESCOLAR E AS CONDIÇÕES DE INTERVENÇÃO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA

  • Homero da Silva Nahum Junior Centro Universitário Celso Lisboa
  • Roxana Macedo Brasil Centro Universitário Celso Lisboa
  • Ana Cristina Lopes y Glória Barreto Centro Universitário Celso Lisboa
  • Ana Clara Vieira Cardoso Centro Universitário Celso Lisboa
  • Carina de Oliveira Moura Centro Universitário Celso Lisboa
  • Fabrício do Nascimento Luiz Centro Universitário Celso Lisboa
  • Hugo Corrêa Menezes Silva Centro Universitário Celso Lisboa
  • Matheus Luiz Rodrigues Sant'Anna Centro Universitário Celso Lisboa

Resumo

Objetivo: caracterizar as condições de intervenção do professor de Educação Física frente à obesidade de escolares. Materiais e Métodos: entrevistados foram 104 profissionais da Educação Infantil ou do Ensino Fundamental do município do Rio de Janeiro. Os dados foram coletados por 12 perguntas, cujas respostas foram submetidas à análise de descritiva ou de frequência, essa seguida do teste qui-quadrado (a = 0,05). Resultados: apesar da maioria (70 pessoas, valor-p = 0,00) ter em suas turmas alunos com quadro de obesidade, o tema não era abordado em aula teórica (51 pessoas, valor-p = 0,00) ou prática (50 ocorrências, valor-p = 0,00). Conclusão: no grupo avaliado havia ausência de condições à intervenção frente à obesidade de escolares.


 


Palavras-chave: Ensino Fundamental, Educação Infantil. Escola, Saúde.

Publicado
2024-04-12
Como Citar
JUNIOR, Homero da Silva Nahum et al. OBESIDADE ESCOLAR E AS CONDIÇÕES DE INTERVENÇÃO DO PROFESSOR DE EDUCAÇÃO FÍSICA. Revista Presença, [S.l.], v. 10, n. 22, p. 290 - 306, apr. 2024. ISSN 2447-1534. Disponível em: <https://revistapresenca.celsolisboa.edu.br/index.php/numerohum/article/view/408>. Acesso em: 20 june 2024.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##