ANÁLISE DE PRESCRIÇÕES DE PACIENTES INTERNADOS NA UTI EM UM HOSPITAL NO RIO DE JANEIRO AVALIAÇÃO DE POTENCIAIS INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

  • Wesley de Marce Rodrigues Barros Centro Universitário Celso Lisboa
  • Raquel de Araujo Oliveira Silva Centro Universitário Celso Lisboa
  • Iramaia Barbara Magalhães Pereira Vieira Oliveira Centro Universitário Celso Lisboa
  • Graciela Peçanha de Oliveira Dutra Centro Universitário Celso Lisboa
  • Aline da Silva Costa Centro Universitário Celso Lisboa
  • Alex da Costa Rebouças Centro Universitário Celso Lisboa

Resumo

Os Pacientes que estão internados em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), normalmente necessitam de uma terapia com vários medicamentos aumentando-se os riscos de Interações Medicamentosas (IM). No presente estudo foi feita a análise de prescrições de pacientes internados na UTI de um hospital da rede privada no Rio de Janeiro quanto a possíveis e potenciais IM indesejáveis. O estudo permitiu observar que as IM devem requerer maior atenção do corpo clínico, além de uma melhor articulação entre a equipe multiprofissional.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##
Possui graduação em Farmácia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 2004 e Mestrado em Ciências pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) 2007. Atualmente é Professor Adjunto do Centro Universitário Celso Lisboa, onde exerce a função de Coordenador do Curso de Farmácia desde 2010. Desde 2011 faz parte do Conselho Superior de Ensino do Centro Universitário Celso Lisboa e atua como presidente do Núcleo Docente Estruturante do curso de Farmácia e integrante do Núcleo Docente Estruturante dos cursos de Nutrição e tecnólogo em estética. Parte integrante de comitê regulatório da Celso Lisboa e membro auxiliar de confecção do Censo Institucional e coordenador responsável pela criação de matrizes por competência do Centro Universitário Celso Lisboa. Coordena o núcleo de Pós-graduação em Farmácia do Centro Universitário Celso Lisboa, que abrange os cursos de Farmacologia Clínica e Prescrição Farmacêutica e Farmácia Hospitalar e Clínica. Orientador de projetos de conclusão de curso de graduação e dos cursos de pós-graduação. Responsável técnico por drogaria de 2005 a 2011. Possui experiência nas áreas de Química e Bioquímica, Fitoterapia, Farmácia e gestão acadêmica, atuando principalmente nos seguintes temas: Saúde, Atenção Farmacêutica, Assistência Farmacêutica e Mercado Farmacêutico, além de pesquisas na área de Química.

Referências

BRASIL. CONSELHO FEDERAL DE FARMÁCIA. Resolução nº. 585, de 29 de agosto de 2013, que regulamenta as atribuições clínicas do farmacêutico e dá outras providências. Diário Oficial da União, Poder Executivo, Brasília, DF, 25 set. 2013. Seção 1, p. 186-188.


BRASIL. Lei nº 5.991, de 17 de dezembro de 1973. Dispõe sobre o Controle Sanitário do Comércio de Drogas, Medicamentos, Insumos Farmacêuticos e Correlatos, e dá outras Providências.


BRUNTON, L. L.; HILAL-DANDAN, R. Goodman e Gilman: Manual de Farmacologia e Terapêutica. 1 ed. Porto Alegre: AMGH, 2010, 74-76.


CARDINAL, L. S. M.; MATOS, V. T. G.; RESENDE, G. M. S.; TOFFOLI-KADRI, M. C. Caracterização das prescrições medicamentosas em unidade de terapia intensiva adulto. Revista Brasileira de Terapia Intensiva. São Paulo, vol. 24, n. 2, 2012, p. 151-156.


Drug Interaction Checker. Drugs and Diseases. Disponível em: http://www.medscape.com. Acesso em: 18 de julho de 2015.


Drug Interactions Checker. Drugs Information Online. Disponível em: http://www.drugs.com. Acesso em: 23 de julho de 2015.


LISBOA, S. M. L. Interações e Incompatibilidades Medicamentosas. In: GOMES, M. J. V. M.; REIS, A. M. M. Ciências Farmacêuticas Uma Abordagem em Farmácia Hospitalar.1. ed. São Paulo: Editora: Atheneu, 2011, 147-163.


MAGALHÃES, S. M. S.; CARVALHO, W. S. Reações Adversas a Medicamentos. In: GOMES, M. J. V. M.; REIS, A. M. M. Ciências Farmacêuticas Uma Abordagem em Farmácia Hospitalar.1. ed. São Paulo: Editora: Atheneu, 2011, 125-145.


JÚNIOR, F. P.; GODOY, D. B.; PIRES, D. F. S.; PIETROBON, E.; ROSA, F. T. A.; SARAIVA, J. S.; BARROS, H. M. T. Potenciais interações medicamentosas em prescrições de um hospital-escola de Porto Alegre. Revista da AMRIGS. Porto Alegre, vol. 53, n. 3, jul.-set. 2009, p. 251-256.


RANG, H.P.; RITTER, J. M.; FLOWER, R. J.; HENDERSON, G. Rang e Dale Farmacologia. 7ª ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011, p. 692.
REIS, C. M. V.; TAMIOZZO, V. M.; MENEZES, R. A. O.; SOUZA, M. J. C.; BARBOSA, F. H. F.; KUBOTA, K. Avaliação das interações medicamentosas de uma unidade de terapia intensiva de Macapá. Revista Ciência equatorial. Macapá, vol. 3, n. 1, 2013, p. 38-48.


REIS, W. C. T.; SCOPEL, C. T.; CORRER, C. J.; ANDRZEJEVSKI, V. M. S. Análise das intervenções de farmacêuticos clínicos em um hospital de ensino terciário do Brasil. Einstein (São Paulo) [online], vol.11, n.2, 2013, p.190-196.


STORPITIS, S.; RIBEIRO, E.; MARCOLONGO, R. Novas Diretrizes para Assistência Farmacêutica Hospitalar: Atenção Farmacêutica/Farmácia Clínica. In: GOMES, M. J. V. M.; REIS, A. M. M. Ciências Farmacêuticas Uma Abordagem em Farmácia Hospitalar.1. ed. São Paulo: Editora: Atheneu, 2011, 521-533.


YUNES, L. P. COELHO, T. A. ALMEIDA, S. M. Principais interações medicamentosas em pacientes da UTI-adulto de um hospital privado de Minas Gerais. Revista Brasileira de Farmácia Hospitalar e Serviços de Saúde. São Paulo, vol.2, n.3, set. /dez. 2011, 23-26.
Publicado
2017-07-27
Como Citar
BARROS, Wesley de Marce Rodrigues et al. ANÁLISE DE PRESCRIÇÕES DE PACIENTES INTERNADOS NA UTI EM UM HOSPITAL NO RIO DE JANEIRO AVALIAÇÃO DE POTENCIAIS INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS. Revista Presença, [S.l.], v. 3, n. 8, p. 67-78, july 2017. ISSN 2447-1534. Disponível em: <https://revistapresenca.celsolisboa.edu.br/index.php/numerohum/article/view/107>. Acesso em: 23 feb. 2024.
Seção
Artigo Livre

Palavras-chave

Interações; fármaco; Clínico

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##