CARACTERIZAÇÃO DO TREINAMENTO DE PRATICANTES DE ULTRAMARATONA

  • Adriana Nunes da Fonseca Everton Centro Universitário Celso Lisboa
  • Homero da Silva Nahum Junior Centro Universitário Celso Lisboa
  • Ana Cristina Lopes Y Glória Barreto Centro Universitário Celso Lisboa
  • Roxana Macedo Brasil Centro Universitário Celso Lisboa

Resumo

Objetivando estabelecer o perfil de treinamento de ultramaratonistas mediante a escassez na literatura brasileira sobre o planejamento e metodologia de treino para corridas de longa distância, avaliou-se 72 ultramaratonistas, dos quais 17 eram mulheres, com idades entre 32 e 65 anos, e praticantes da modalidade há, pelo menos, um ano. Aplicou-se o questionário, contendo 24 perguntas. Identificou-se que os voluntários possuíam cinco anos de experiência em corrida antes de iniciarem na ultramaratona. Apenas 8,33% mencionaram a busca pela performance. A maioria (64,62%) declarou empregar profissionais ao planejamento dos treinos. Para 32,31%, a corrida era o único esporte praticado. Independentemente de orientação profissional, observou-se inadequações no que tange à periodização do treinamento: definição dos objetivos e calendário de competições, composição dos meios de treinamento, distribuição das fases da preparação física, sessões de treinamento, volume x intensidade, sobrecarga, intervalos de descanso ou recuperação, entre outros aspectos. Então, concluiu-se que no grupo avaliado não havia periodização do treinamento.

Publicado
2024-04-09
Como Citar
EVERTON, Adriana Nunes da Fonseca et al. CARACTERIZAÇÃO DO TREINAMENTO DE PRATICANTES DE ULTRAMARATONA. Revista Presença, [S.l.], v. 10, n. 22, p. 41 - 63, apr. 2024. ISSN 2447-1534. Disponível em: <http://revistapresenca.celsolisboa.edu.br/index.php/numerohum/article/view/478>. Acesso em: 13 july 2024.

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##