GAMIFICAÇÃO E RODA DE CONVERSA COMO MÉTODOS PARA ABORDAGEM DO CÂNCER DE PRÓSTATA EM UMA TURMA DE ADOLESCENTES DO PEJA

  • Gabriel Antonio Meireles Centro Universitário Celso Lisboa
  • Amanda Silva Martins Centro Universitário Celso Lisboa
  • Jorge Leandro do Souto Monteiro Centro Universitário Celso Lisboa
  • Katia de Moraes Jorge Centro Universitário Celso Lisboa

Resumo

O câncer de próstata representa, segundo estimativa do INCA (2020), 29,2% de todos os casos de câncer mais frequentes para o gênero masculino. Além disso, esta neoplasia de próstata é estigmatizada, principalmente pela população que acomete, ou seja, homens a partir de 65 anos. Entende-se que a adolescência determina um momento de amadurecimento crucial para a formação da personalidade. A partir disso, evidencia-se a importância de estratégias de educação em saúde que contribuam para o conhecimento e desenvolvimento pessoal e social desse indivíduo, repercutindo diretamente na vida adulta. Nesse contexto, como o público-alvo são os adolescentes, a gamificação se destaca como uma importante ferramenta capaz de desenvolver um aprendizado ativo mais inovador e interativo. O presente estudo tem como objetivo relatar a experiência de acadêmicos de enfermagem do Centro Universitário Celso Lisboa, integrantes da Liga Acadêmica de Oncologia e Cuidados Paliativos, na realização de uma ação educativa em saúde sobre câncer de próstata em parceria com o projeto de extensão “A enfermagem está no coração da Celso”.

Publicado
2021-05-27
Como Citar
MEIRELES, Gabriel Antonio et al. GAMIFICAÇÃO E RODA DE CONVERSA COMO MÉTODOS PARA ABORDAGEM DO CÂNCER DE PRÓSTATA EM UMA TURMA DE ADOLESCENTES DO PEJA. Revista Presença, [S.l.], v. 6, n. 14, p. 5, may 2021. ISSN 2447-1534. Disponível em: <http://revistapresenca.celsolisboa.edu.br/index.php/numerohum/article/view/310>. Acesso em: 04 aug. 2021.
Seção
Resumos de Pesquisa

##plugins.generic.recommendByAuthor.heading##

##plugins.generic.recommendByAuthor.noMetric##